Quadrinhos Gonzo

HQ.EXPERIMENTAL@GMAIL.COM

Descomunicadores 28

leave a comment »

031

Written by Jussara Gonzo

20 de outubro de 2014 at 21:48

Publicado em DESCOMUNICADORES

Tagged with

Descomunicadores 27

leave a comment »

029

Written by Jussara Gonzo

10 de outubro de 2014 at 21:21

Publicado em DESCOMUNICADORES

Tagged with

Descomunicadores 26

leave a comment »

028

Written by Jussara Gonzo

3 de outubro de 2014 at 19:41

Publicado em DESCOMUNICADORES

Tagged with

Review: Toda Mafalda

leave a comment »

toda-mafalda

No dia 29 de Setembro de 1964 foi publicado, no jornal argentino Primera Plana a primeira tira da Mafalda.

Seu criador, Quino, havia inicialmente criado a personagem para uma peça publicitária do jornal Clárin, mas foi recusada. Como o trabalho do artista era muito bom um amigo sugeriu transformar a obra numa série de tiras diárias. E deu certo!

Mafalda é uma menina de seis anos de idade que, com suas perguntas, levanta a bola para uma porção de problemas sociais. Contestadora, de personalidade forte, ela não aceita as desigualdades do mundo e, mesmo com suas limitações de criança, ainda consegue incomodar os adultos: este gado que faz do mundo o que ele é.

Naturalmente, em meio a todo ‘papo de adulto’ ainda sobra tempo para ela discutir questões da infância. Entre elas o seu desgosto por sopa, pela escola e pelos livros infantis que promovem o infanticídio:

560

Ler a Mafalda e pensar que suas tiras, publicadas durante a década de sessenta, ainda são tão atuais mexe conosco. Para começar, sua prosa ácida estava anos-luz à frente da maioria dos cartunistas da época. Ouso dizer que estava à frente até mesmo de Schulz, o criador do Charlie Brown. Alias o próprio mestre americano falou sobre a obra de Quino:

“O tipo de idéias que ele trabalha com são um dos mais difíceis, e estou espantado com a sua variedade e profundidade. Além disso, ele sabe como desenhar e desenhar de uma forma engraçada. Eu acho que ele é um gigante.” – Charles M. Schulz

400

Mas e sobre o álbum Toda Mafalda? Vamos falar dele, claro! Afinal isto é um review!

O álbum é em preto-e-branco (mas achei que seria mais legal colocar aqui no artigo as tiras coloridas!) e possui generosas 600 páginas! É muita tira e todas elas são maravilhosas! E ao contrário da maioria dos cartunistas, cujos primeiros trabalhos geralmente são capengas, mestre Quino se manteve sempre ótimo durante toda a sua carreira.

Além da Mafalda as tiras nos apresentam outros personagens, a começa os pais: um casalzinho classe-média argentino ignóbel dos anos 60. O pai trampa fora, a mãe é dona-de-casa e ambos apesar de reclamarem muito são completamente passíveis no mundo, sem fazer nada para mudá-lo – como a maioria das pessoas. Temos também os amiguinhos da Mafalda: Filipe, um rapaz fã de faroeste e dos enlatados americanos; Manolito, filho do dono do armazém e que só pensa em dinheiro; Susanita, um protótipo de mulher fútil e Miguelito, um rapazinho esperto e que mais se assemelha à Mafalda. Todos eles compõem um grande elenco de personagens que retratam bem os dilemas das metrópoles.

Infelizmente, apesar ser chamado de ‘Toda Mafalda’, o álbum não reúne todas as tiras da personagem. Para isto existe um novo livro chamado ‘Mafalda Inédita’ que se trata de algumas tiras que nunca foram publicadas e outras que foram feitas posteriormente à 1973 – época em que a personagem saiu de circulação.

E é incrível pensar que, mesmo depois de tantas décadas, a personagem ainda é tão admirada! Assim como os Beatles (cuja Mafalda era fã) suas tiras continuam fazendo o maior sucesso!

708

EDITORA: Martins Fontes/ Selo Martins

PREÇO: R$ 127,57

AVALIAÇÃO: Mafalda é sensacional! Ela TEM que estar na sua prateleira!

Written by Jussara Gonzo

29 de setembro de 2014 at 9:36

Publicado em REVIEW

Tagged with

Descomunicadores 25

leave a comment »

026

Written by Jussara Gonzo

23 de setembro de 2014 at 11:01

Publicado em DESCOMUNICADORES

Tagged with

Review: Os Quatro Rios

leave a comment »

A quantidade de quadrinhos ‘fora do mainstream’ que recebemos no Brasil é tão pouca que qualquer coisinha nova já nos anima. Principalmente quando escapa do eixo EUA/Japão, como se estes fossem os únicos países que produzissem quadrinhos.

Os Quatros Rios é uma Graphic Novel francesa, escrita por Fred Vargas, desenhada por Baudoin e publicada pela Martins Fontes/Selo Martins. Conta a história de um trombadinha chamado Grégoire Barbin e seu amigo Vincent. Eles vivem pelas ruas, sempre andando de patins, cometendo pequenos roubos. Tudo ia bem, até que eles roubam a bolsa de um senhor estranho. E cuja bolsa era mais estranha ainda…

Há algo de sinistro em seu conteúdo. Artefatos esquisitos, livros estranhos e… claro… um bom dinheiro. No entanto eles acabam entrando sem querer num esquema sórdido que vai envolver mortes e rituais satânicos.

Sobre o roteiro: Fred Vargas é uma escritora experiente e sua narrativa é boa. Num tom típico para o público juvenil, subindo apenas um pouquinho o nível. De certo modo o roteiro e o modo como a história é conduzida lembra um pouco as tramas de mistério da antiga série de livros ‘Coleção vaga-Lume’, um grande sucesso editorial brasileiro. No entanto o livro está com um pé nos quadrinhos e outro no livro. Às vezes temos várias páginas dinâmicas de ação, outras temos blocos de texto extensos. Leva um tempinho para se acostumar com o fato de você não estar lendo nem exatamente um quadrinho, tão pouco um livro.

Sobre a arte: o pincel de Baudoin é expressivo e forte. Uma arte alternativa bem bacana, embora às vezes ela sofra do mesmo problema que quadrinhos preto-e-branco (sem tons de cinza) sofrem quando seu artista tem uma técnica mais sujona: falta um pouco de leitura, as cenas se confundem e nãos abemos muito bem o que estamos olhando. No entanto esta sensação dura pucos segundos e logo entendemos o quadro.

Sobre o nome da BD: ‘Os Quatro Rios‘ é uma escultura italiana, feita pelo escultor Gian Lorenzo Bernini em 1651. Esta escultura representa os quatro maiores rios do mundo (até então) representando cada continente: o Nilo na África, o Ganges na Ásia, o Danúbio na Europa e o Rio del Plata na América. O porquê ela é tão importante na história eu não vou revelar, porque é um grande spoiler.

Não vou dizer que a hq é a oitava maravilha do mundo. Há muitos outros quadrinhos franceses muito bons esperando para serem lançados e até mesmo mais famosos que este. A Martins Fontes podia aproveitar a ponte e trazer algumas pérolas para cá, como ‘Blake e Mortimer’, mas infelizmente eles preferem ser mais retranqueiros e investir em ‘long sellers’ bem alternativos como Quatro Rios. Uma pena.

Mas vale a espiada.

EDITORA: Martins Fontes/Selo Martins

PREÇO: R$ 34.90

AVALIAÇÃO: Para quem busca algo diferente, é uma boa.

Written by Jussara Gonzo

13 de setembro de 2014 at 14:08

Publicado em REVIEW

Tagged with

Descomunicadores 24

leave a comment »

025

Written by Jussara Gonzo

30 de agosto de 2014 at 12:33

Publicado em DESCOMUNICADORES

Tagged with

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 452 outros seguidores